sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Votos de um Santo Natal

O Pré-seminário Diocesano, neste Natal de 2010, quer dar graças a Deus por todos os jovens, famílias e amigos que se comprometem e desejam comprometer no reflectir e despontar de vocações ao sacerdócio ministerial na nossa diocese.

Conscientes da necessidade de novas vocações para o assegurar do Mistério de Deus menino, colocamos nas mãos de Deus neste tempo natalício, o corações de todos os jovens da nossa diocese para que sejam generoso no escutar e aceitar os desafios de Deus para as suas vidas! Rezemos todos para que seja um tempo de proximidade com Deus, um tempo de alegria pelo dom da nossa vida e da vida de todos os que nos acompanham e envolvem.

Jesus vem e deseja habitar no nosso coração. Por isso, tornemos o nosso coração neste tempo de paz, alegria e amor, à disposição dos desejos de Deus para as nossas vidas! Sem jovens generosos e gratuitos a desejar colocar a questão do "ser Padre Diocesano" o mistério do Natal deixará de ser celebrado em muitos pontos da diocese e a alegria que se quer de todos deixará se o ser.  

Que neste Natal nasça em nós uma maior conciência do grande Mistério da Encarnação para que nos ajude a compreender a verdadeira dimensão desta maravilhosa manifestação de Amor.


São os nossos desejos para a vivência deste Natal de 2010

domingo, 19 de dezembro de 2010

Festa de Natal...com as famílias!

O tema do encontro do pré-seminário Diocesano deste mês? O Natal!
Foi um encontro muito giro e bem disposto!
Nos últimos encontros tínhamos vindo a preparar algumas peças para a surpresa do encontro do Natal! Tínhamos pensado convidar uns amigos e alguns familiares para estarem presentes num dos nossos encontros... haveria encontro melhor para estarem que não o encontro de Natal?

Assim foi! Preparamos um jantar de Natal com a presença de algumas pessoas nossos queridas. No entanto, como só chegavam no final da tarde, o encontro segui-o o seu ritmo normal: houve tempo para vermos um filme, para rezar, para cantar, entre outras coisas.
 A actividade que tomou mais do nosso tempo neste dia, foi mesmo o momento de preparação da festa do fim de tarde. Foi a grande novidade deste encontro, a realização de uma festa de Natal.

Há muito tempo que desejávamos mostrar aos nossos familiares e amigos os espaços onde nos encontramos e as actividades que fazemos todos os meses, onde partilhamos aquilo que somos e temos, principalmente o desejo de conhecer melhor Jesus Cristo. É um caminho comum que nos ajuda e leva a questionar acerca daquilo que podemos dar e o questionar daquilo a que Jesus nos desafia, não só hoje e agora, mas amanhã.

Os amigos e os familiares chegaram e a festa de Natal teve o seu início.
O nosso encontro “familiar” iniciou com uma visita ao Seminário onde todos puderam ver os espaços onde nos encontramos todos os meses. Claro que na sala de trabalhos houve o momento do compromisso com as vocações com a já habitual assinatura no "Muro do Compromisso".
A Igreja, a capela, as salas onde fazemos alguns jogos e onde reflectimos as temática de cada encontro, ou mesmo os quartos onde dormimos durante os fins de semana. 
Seguiu-se o jantar de Natal onde podemos conviver e conhecer um pouco mais dos amigos e familiares de cada um de nós! 

Na altura dos doces, apresentamos algumas surpresas que tínhamos preparado. Um conjunto de fotografias onde recordamos alguns colegas e onde mostramos algumas das actividades dos nossos encontros, umas músicas e também uns textos de Natal. 
No final da noite reuni-mo-nos todos em volta do presépio terminando o nosso encontro com a incontornável música natalícia, “Noite Feliz”.
No final do encontro a certeza de que tinha sido uma noite mesmo muito feliz.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Encontro de Pré-seminário... especial Natal

O Natal está a chegar!
Está quase, quase...


E o encontro dos rapazes do pré-seminário é já amanhã!
E este encontro, como não podia deixar de ser, tem como tema o Natal.
E porque é quase Natal, este encontro vai ser um pouco diferente, pois vamos receber para jantar alguns familiares e amigos... queremos que seja um um encontro em grande!


Mas depois contamos como correu...


Convidamos a que estejam atentos, pois a data do encontro de Janeiro está quase, quase a chegar! Fica atento ao encontro de Janeiro... desafia-te a ti mesmo e trás um amigo!


Até breve!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

"Partilhas rasgadas" Parte III

Em Advento...devo questionar-me sobre qual o papel de Jesus na minha vida. Avaliar a minha consciência e perceber a importância importância desse meu Amigo na minha vida! No meio de uma sociedade desigual, de barulhos, de stress's, de complicações e de desilusões, devo procurar reconhecer Jesus e a Sua importância na sociedade, no mundo que me envolve.

Este tempo de preparação deve ser também um tempo de testemunho, de compreensão da fé...! Devemos parar! 

STOP!

Libertar-mo-nos das correntes do dia a dia que nos prendem a este mundo desordenado e perguntar-mo-nos  acerca das nossas dificuldades para que a recepção ao nosso Amigo Jesus seja especial ...para que o Natal tenha realmente sentido.

Preparar o coração passa pela participação na Eucaristia e pela Sacramento da Reconciliação...só assim limparemos as teias de aranha criada ao longo do passado ano, e "sacudiremos as colchas" que tanta sujidade albergam.

João (Alpalhão)  

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

"Partilhas rasgadas" Parte II

Em tempo de Advento, época de reflexão e de oração, deve-se preparar o caminho [...] para o acolhimento de Cristo no coração e na vida! Deve-se conseguir arranjar um espaço [...] de modo a reflectir como se viveu até ao momento percebendo o que está menos bem para poder ser melhorado [...] e dar um rumo com mais sentido à vida.

Preparar o coração é torna-lo digno e limpo para receber Aquele que vem confirmar a vontade de seu Pai

É reconhecer Nele o caminho da vida, aperfeiçoando e tornando melhor a relação com Deus através da reflexão, acção e oração.


Rúben (Alcains)

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

"Partilhas rasgadas" Parte I


Tenho que me preparar [...] não posso deixar para a véspera.
Primeiro vou pensar no meu ano: como foi; se lhe dediquei muito do meu tempo [...] entregar-me de corpo e alma nesses últimos dias que em restam. 


Olhar o que correu menos bem e procurar melhorar a minha atitude, pois com Ele a chegar, o meu coração e a minha alma devem estar limpos.


[...] irei preparar o meu coração, reabastecer a minha fé, procurar amor e ir em busca de um maior espírito de entrega! Vou fazer algo que O deixará muito agradado... vou incentivar amigos, família e conhecidos a fazer o mesmo, assim a alegria de Cristo aumentará!


Rui  (Alpalhão)

Em Advento, como preparar o nosso coração para acolher Jesus?


Como já sabemos pelo "post" anterior deste blog, o encontro deste mês do Pré-Seminário Diocesano tinha como tema central o Advento! Os "nossos" rapazes,  nos seus trabalhos de encontro com Deus e consigo mesmos, foram procurando ler a sua história para encontrar caminhos para melhor prepararem a chegada do Senhor Jesus!

Ao longo das próximas semanas, até ao tempo do Natal, vamos ler alguns desses caminhos que eles encontraram, sentido estes como necessários para nos seus corações puderem acolher Jesus!

Quem sabe se não é uma boa ajuda para ajudar-nos a encontrar o nosso próprio caminho?
Seguem-se ... "Partilhas rasgadas".

domingo, 28 de novembro de 2010

Advento! Feliz Ano Novo

- Sê livre! Deixa Deus fazer morada no teu coração! - 

E acontecem! ...os encontros do pré-seminário! Este fim de semana mais um encontro em grande "estilo" com os jovens da nossa diocese!


O tema do encontro deste fim de semana foi o Advento! Nem podia ser de outro modo...
Iniciamos o Advento e por isso há um conjunto de desafios que nos saem ao caminhos... e nós no pré-seminário não queríamos ficar fora desses caminhos!

Tinha tudo para dar certo... e deu!
As peças apareceram (os rapazes) e o puzzle pode ser construindo. 
O sol brilhou e o frio fez uma pequena pausa! Foi muito bom!

O tema do nosso encontro foi o Advento, 
Os caminhos para uma melhor vivência deste tempo que nos prepara para as festividades do Natal! A nossa liberdade para assumir e preparar o coração para acolher Jesus!

Vimos que para se fazer verdadeiramente Natal teríamos que olhar a nossa vida e procurar a reflectir sobre o que tinha corrido menos bem no ultimo ano! Compreendendo as nossas atitudes menos conseguidas, saberíamos que atitudes tomar para melhorar as nossas vidas e purificar o coração para que o menino Jesus pudesse vir e fazer nela a Sua morada.

Vimos que atitudes como a da vigilância, a oração, a reflexão, a esperança, a alegria, o anuncio da chegada de Jesus e o testemunho da nossa fidelidade a Deus, eram claramente caminhos que nos levam a preparar o nosso coração para o Natal! 

Uma relação mais próxima com Jesus teria que passar por alguns dinamismos eclesiais e comunitários, como a Eucaristia, a reconciliação e uma relação mais próxima com aquele que esperamos: Jesus Cristo! 

Descobrimos que se vivermos tais atitudes preparamos o nosso coração para recebermos o Senhor Jesus e Ele torna-lo Sua morada! 

O encontro decorreu normalmente, sempre em clima de alegria e amizade!
Rezamos, reflectimos, vimos alguns  vídeos, PowerPoint's, cantamos algumas musicas a preparar o encontro de Natal, e claro uma futebolada para manter o nosso corpo são.
A foto da equipa vencedora!

Houve grandes novidades neste encontro!
Fomos visitar o museu "O Canteiro" em Alcains que estes meses apresenta uma exposição temática de presépios lusófonos. Foi muito interessante e faz com que passasse-mos uma boa tarde de convivo.   


Alguns dos muitos presépios!

Não esquecendo o desafio do  Papa Bento XVI, fomos até à paróquia da Sé em Castelo Branco, à Igreja de St.Tiago, celebra a Vigília de Oração pela Vida Nascente! Antes de regressarmos ao Seminário de Alcains, aceitamos o desafio do Pe. Emanuel a um "dedo de conversa" e a confortar o estômago com uma fatia de pudim na casa paroquial! Com um frio de "rachar" regressamos a Alcains para descansar!

 
No Domingo, aceitamos o desafio do Pe. Rui Lourenço e fomos À Paróquia da Lardosa celebrar a Eucaristia! Encontramos uma comunidade bastante acolhedora e simpática que nos desafiou a uma participação mais interventiva! Deste modo não só falamos e testemunhamos a nossa presença "pré-seminaristica" como também fomos às catequeses conversar com alguns meninos... até aprendemos os gestos da musica "guiado pela mão!" 
Foi muito divertido!
O João faz a sua assinatura no Muro do Compromisso


A manhã passou que foi um instante! 
Terminado o Almoço regressamos às nossas casa... com alguns caminhos para uma melhor vivência do do Advento e com o desejo de "sacudir o pó das mantas do nosso coração" (como nos diria o nosso Bispo Diocesano D. Antonino) para neste Natal Jesus ver acontecer o Seu forte desejo de nascer e habitar nos nossos corações. 

Ele quer... nós também!

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

"Preparai os Caminhos do Senhor"


































Encontro do Pré-Seminário diocesano!

Nos dias 27-28 de Novembro realizar-se-à mais um encontro do pré-seminário diocesano no Seminário de S. José em Alcains .

Para o próximo encontro, entre outros desafios, iremos olhar a nossa liberdade como Dom de Deus que é, e compreender a sua importância nas nossas vidas!

Olhando o tema do nosso encontro, "Preparai os caminhos do Senhor" retirado do Evangelho de S.Marcos, iremos ver o que é o tempo Litúrgico do Advento e a importância de prepararmos o nosso coração para acolhermos a chegada do Senhor Jesus!

O encontro iniciará com o acolhimento pelas 10:30 e terminará no Domingo com o almoço! Agora é deixarem-se surpreender!
Vocês são as peças que faltam para completar este puzzle!

Recordamos alguns aspectos que devem ter em conta:
deves levar roupa desportiva (para o tempo da manhã de sábado)... raquete de ping pong (caso tenhas)... instrumento musical (se tocares algum)... interrogações... boa disposição... e uma vontade enorme de saberes o que fazer com o dom da vida que Deus te colocou nas mãos!
(Aspectos que já vos são familiares!)

Se têm mais de 13 anos e acham que este pode ser o desafio que procuram para conhecer caminhos diferentes para os vossos dias, inscrevam-se!
Falem com o padre da vossa paróquia ou com a vossa catequista para saberes como participar!

Também podem inscrever-se pelo seguinte  e-mail:pre.seminario.pcb@gmail.com
Na inscrição devem deixar o vosso nome, idade, localidade e e-mail ou outro contacto para se necessário entrarmos em contacto convosco.


Deus desafia-vos à liberdade! 
Assumem este Dom que Ele vos dá!
Que o Puzzle não fique incompleto! Apareçam!

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Ainda o encontro sobre a vida!

Uma oração...

Senhor Jesus
nós te louvamos e agradecemos 
pelo dom da vida que nos concedestes.

Ajuda-nos a torna-la um poço de felicidade e bom exemplo.
Dá-nos a força, a vontade e a coragem para que, da melhor forma,
consigamos ajudar aqueles que a não sabem aproveitar.

Com a Tua graça continuaremos a nossa vida
testemunhas de uma vida cheia e com sentido,
de jovens de Cristo, com Cristo e para Cristo,
até que Tu nos chames para uma nova vida, 
mais calma, atenta e contemplativa do Teu amor por todos nós!

Amém
António, Ricardo e Rui

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Fragmentos vocacionais!


"O sorriso constante é uma das marcas do Pedro Barros. Depois de experiências em Moçambique e Angola e com uma licenciatura em Tecnologias de Informação e Comunicação pela Universidade de Aveiro, resolveu entrar no Seminário em 2007. Apesar deste percurso de vida, este seminarista confessa que já “teve alguns túneis” no trajecto vocacional. E recorda: “um desses túneis foi uma crise de fé” que durou quatro meses.
Junto aos seus colegas seminaristas confidenciou que não se deixou invadir pela escuridão desse túnel, “fui sempre procurando a luz”. Esta dinâmica levou-o a crescer. “É um sinal de desenvolvimento e de procura da luz que dá sentido à vida”. Quando se sente perdido, o seminarista da paróquia de Santa Joana Princesa (Aveiro) realça que não recorre ao GPS porque “já o encontrei”. E completa: “esse GPS é aquele que me faz, hoje, estar nesta caminhada, no seminário”.

“O sorriso de Deus também passa por estes momentos” porque “uma caminhada não se faz meditabundo”. O sorriso é o que caracteriza a “essência de qualquer um de nós”. E pergunta: “Quem não quer ter um sorriso? Quem não quer dar um sorriso?”

"Na sua caminhada vocacional – com etapas de voluntariado missionário – o seminarista aveirense explica que no continente africano (Moçambique e Angola) também descobriu o sentido do sorrir. “O meu percurso vocacional começou muito por aí, a minha primeira experiência é, de facto marcada, pela essência do sorriso”. Descobriu no rosto do outro uma “nova forma de olhar a vida”. E acrescenta: “o sorriso é uma das marcas em África” e “trouxe este sorriso de África”.

"Pemba e Namaacha (Moçambique) e Luanda e Lwena (Angola) deixaram marcas na personalidade do seminarista de Santa Joana Princesa. A nostalgia daquele continente está patente na voz do Pedro. Carimbos do solo africano: “Tenho necessidade também de, às vezes, ir procurá-lo [sorriso] em África. Há um «bichinho» que marca” e “que ajuda a crescer, a crescer e a crescer…”.

"Com ligação aos Missionários da Boa Nova e, posteriormente, aos Salesianos, Pedro Barros afirma que a missão que “Jesus Cristo nos dá é em qualquer sítio e em qualquer lugar”. Os dois carismas missionários por onde passou ajudaram o licenciado em Tecnologias de Informação e Comunicação a aprofundar a sua vocação. Apesar de frequentar o 3º ano de Teologia no Seminário dos Olivais, Pedro não esquece o carisma das congregações onde bebeu da fonte evangélica. “Existem questões que ficam sempre…, mas, através da direcção espiritual e da oração, vamos descobrindo para onde Deus nos quer encaminhar”. E confidencia: “a vertente missionária cativa-me muito”.

"Sendo adepto das novas tecnologias, Pedro apela para “o uso responsável” deste meio que poderá “servir para evangelizar”. E deixa uma ressalva: “não colocar apenas nesse baú o que podemos chamar Nova Evangelização”. “São um bom instrumento, mas não são o único instrumento” 

Pedro Barros (seminarista da diocese de Aveiro)

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Senhor, quero o que Tu queres - a profecia de esperar vocações sacerdotais -


A Igreja vive mais uma vez, este ano entre 7 e 14 de Novembro, a já habitual Semana dos Seminários. É a ocasião de rezar pelo Seminário e de com ele fazer alguma partilha. E é a ocasião e a oportunidade de relançar o desafio da reflexão sobre as vocações ao Sacerdócio ministerial na Igreja e sobre os contextos em que se formam os novos padres.

Cada vez que reflectimos o Seminário olhamos sempre para ele como uma continuidade daquela primeira comunidade que os discípulos formavam com Jesus. Foram chamados a partir das suas vidas normais por Jesus que passava e tinha para eles um projecto de vida, seguiram-n’O, andaram com Ele, ouviram as sua palavras, contemplaram as suas acções, confrontaram-se e debateram-se com as necessidades da mudança das suas vidas, acolheram a radicalidade do chamamento e acolheram, sobretudo, o dom do Espírito para a missão como arautos de Cristo ressuscitado. Em novas coordenadas de tempo, espaço e cultura, os nossos Seminários são o ambiente em que muitos jovens recolocam hoje esses mesmos dinamismos.

Sempre que se fala dos Seminários reflecte-se também o número de jovens que neles entra e que, depois, abraça o Sacerdócio. Não sendo redutível a números ou a meras estatísticas, a vida cristã pode encontrar neles, contudo, uma evidência ineludível, um desafio e uma oportunidade. E, na nossa Diocese, a evidência, brutalmente irrefutável, dos números assusta. Não conseguimos dar o justo descanso aos Sacerdotes que, se o desejassem, já o mereciam e também não temos conseguido chamar muitos jovens ao Seminário e ao Sacerdócio.

O que de bom pode ter o “susto” é que, quando não nos imobiliza, nos torna mais atentos e dispertos. E, fruto de muitas coisas e, sobretudo, da Graça de Deus, temos um pequeno grupo no Pré-Seminário que todos os meses se encontra no Seminário de Alcains e temos em Lisboa – no itinerário de formação dos Seminários de S. José e dos Olivais em conjugação com a Universidade Católica – três Seminaristas: o Miguel Coelho (de Montalvo) no tempo propedêutico; e o Miguel Serra (de Nisa) e o Pedro Dias (de Cº Branco) no 1º ano do curso teológico. No próximo ano, querendo Deus e os homens ajudando, entrará no tempo propedêutico mais um jovem da nossa Diocese até agora em discernimento no Pré-Seminário.

Nego-me, pois, a acreditar que Deus não chame mais jovens para O seguirem e O servirem na Igreja. A crise, se existe, não é de chamamento. É de resposta! Deus continua a chamar mas há falta de quem responda com a entrega da vida.

Se não se pode interrogar a desertificação populacional e social dos nossos territórios geográficos, se não se pode interrogar a liberdade das escolhas pessoais por outros caminhos que não o sacerdotal, podemos, ao menos, seguramente, interrogar o tipo de instrumento de transmissão da fé que, enquanto comunidades de Igreja, somos e fazemos presente.

Toda a vocação é uma história de liberdade em processo de oferta até ao dom total de si. Sempre em liberdade. Não há nada mais forte do que uma liberdade cativada e entusiasmada. E o mais bonito da liberdade é que, precisamente quando reconhece sentido num projecto ou faz a experiência do amor, tem uma ousadia de resposta e de compromisso fortíssimos. Ninguém pode responder em vez de ninguém e ninguém tem vocação em vez de ninguém. Mas todos podemos ajudar a que cada pessoa descubra o melhor da vida e o melhor que tem em si e para dar.

Seguramente que a renovação dos nossos quadros vocacionais passará pela renovação das famílias enquanto escolas de valores, escolas de oração, escolas de fidelidade e de amor, escolas de alargamento de horizontes, escolas de obediência e de confiança, de misericórdia e de caridade. Seguramente quem sim.

Mas, e por anda a experiência da grande família que somos como Igreja, a grande família de Deus!? Teremos perdido, por falta de fé e de oração (à qual adicionaríamos a meditação da Palavra, a fidelidade, o testemunho, a entrega) a capacidade de sermos escola de oração, de fidelidade e de amor, de obediência e de confiança, de misericórdia e de caridade!? Teremos tido a tentação de reduzir a Igreja apenas a uma factor e fenómeno sociológico!? Mas a vocação a ser Igreja e a vocação ao sacerdócio não se resumem a algo apenas do foro sociológico. Não se pede a um jovem que seja padre por favor como não se pede a um jovem que seja pai por favor ou que seja feliz por favor. O núcleo da proposta vocacional tem de brotar de outro dinamismo. Pode brotar de muitas maneiras e por muitos e diversificados caminhos mas, na sua maior profundidade, é sempre oferta e dom de si. É fruto e expressão da nossa própria vitalidade cristã desinibida, ousada, alegre, com sentido, com profundidade. A proposta vocacional não é um convite a reduzir perspectivas ou a estreitar horizontes. É antes um convite a confiar em Deus, a alargar os horizontes n’Ele e pela perspectiva do seu olhar sobre o mundo e sobre o próprio homem. Quem hipotecaria o seu futuro por uma proposta frouxa, sem garra, sem alegria e sem fé?! E como seremos nós, Igreja, capazes de entusiasmar genuína e autenticamente os nossos jovens por Jesus Cristo ao ponto de darem por Ele as suas vidas?

A nossa Diocese tem Famílias Cristãs, tem Presbíteros, tem Leigos cristãos empenhados, tem Ministros Extraordinários da Comunhão, Ministros da Celebração na ausência de Presbítero, Professores de Religião e Moral e Professores cristãos, Animadores e Líderes de Grupos, Movimentos variados e Organismos paroquiais diversificados, Catequistas, Escuteiros, Grupos de Jovens, Religiosos e Religiosas, Diáconos Permanentes (e em trânsito), Visitadores de Doentes, Centros Sociais paroquiais, Animadores da Liturgia, Coros e chefes de Coro, Zeladoras de Altares, Grupos de reflexão do Plano Pastoral, imensos Secretariados e/ou Departamentos, Adoradores do Santíssimo Sacramento, Institutos seculares e de Vida Consagrada, Sacristães, etc, etc.

Como é que cada um se perspectiva em relação à vocação ao Sacerdócio ministerial? Que palavras escolhe cada um quando chega a hora de reflectir o mesmo Sacerdócio e de o dizer aos outros? Com que entusiasmo, alegria e sentido se reflectem as vocações (e em particular a Sacerdotal) nos contextos em que cada um é responsável? Que reacção pública e privada se tem diante das propostas da Igreja diocesana? O que se espera individual e comunitariamente do padre? Com que coragem se é capaz de propor a vocação sacerdotal como possibilidade a um jovem? Como se têm ajudado os jovens que tenham confidenciado viver com uma interrogação vocacional? O que conta mais nas nossas decisões, o bem da Igreja ou o nosso pequeno grupo?

No início da sua pregação, Jesus, depois de ter falado às multidões a partir da barca, disse a Pedro: faz-te ao largo e lança as redes (Lc 5, 4 s). O Apóstolo e os primeiros discípulos confiaram na Palavra de Cristo e deitaram as redes. E, tendo-o feito, diz o Evangelho que apanharam uma grande quantidade de peixe (Ibid).
Para chegarem um dia ao Presbitério, às Comunidades paroquiais, aos diversos organismos e serviços, os padres têm de nascer, precisamente, do cuidado e da oração do Presbitério, da atenção e da oração das Comunidades paroquiais, da oração e da experiência de comunhão de todos os organismos e serviços.

Hoje, na Igreja, é profético tomar a sério o chamamento de Deus e esperar vocações ao Sacerdócio ministerial.

p. Emanuel Matos Silva - Reitor do Seminário Diocesano

domingo, 31 de outubro de 2010

Vida, para que te quero?

Reacende o dom de Deus em ti 2Tm 1,6
- Tens a vida nas tuas mãos... e agora? – 

E aconteceu mais um encontro do pré-seminário!
O inicio do nosso encontro na manhã de sábado, forçado pela imensa chuva que caía, não começou com o tempo de desporto que desejávamos. Além das condições climatéricas que estavam agrestes, encontramos logo pela manhã uma multidão com quem iria-mos partilhar espaços... por isso, por momentos tivemos que adaptar-nos à situação presente. 
Iniciamos assim o nosso encontro com algum diálogo e com algumas musicas, cantadas e tocadas, para aquecer a voz e o Espírito! Aproveitamos para aprender alguns cânticos que desconhecíamos para preparar o encontro de Natal!Entrando naquele que sentimos ser o nosso espaço, conversamos sobre alguns aspectos e desafios do encontro passado, onde houve mais algumas assinaturas no Muro do Compromisso.
Entrando na temática deste nosso encontro, que nos levou a reflectir sobre o "Sentido da Vida", vimos como é importante sermos jovens agradecidos a Deus pelo Dom da vida que Este nos dá! Para sermos jovens com um sentido de vida, vimos que há questões que devem ser respondidas e às quais não podemos fugir, correndo o risco de nos perdermos nas multidões dos "sem-sentido". "Quem somos?" "Que sentido para a nossa vida?" e mesmo o "De onde venho e para onde vou!"... foram algumas das questões que reflectimos e trabalhamos ao longo da tarde.
Continuando a reflexão do nosso tema, compreendemos a importância de um projecto de vida com Cristo. Partimos da Parábola do jovem rico presente no Evangelho de S.Mateus. Sentir o desafio de Jesus a cada um de nós! "Que importância tenho Eu nas vossas vidas e nos vossos projectos?" perguntava-nos Jesus. A partir da discussão que se fez presente, vimos que que a alegria de viver surgirá na medida em que consigamos um verdadeiro equilíbrio entre as nossas coisas e os desafio de Jesus e do Seu Evangelho. Por isso responder-lhe SIM aos desafios que constantemente nos desafia, procurando sempre testemunhar a alegria de ser Cristãos e de O ter sempre presente na nossa vida!
Antes do jantar, em que tivemos a presença do Padre Emanuel e do Padre Daniel (paróquia de Castelo Branco) fizemos uns jogos; tivemos o nosso momento de oração da tarde e algum recolhimento para levar ao coração o trabalho do nosso dia! 
Como quase sempre acontece, houve a sessão das 21h30! 
A sessão de cinema onde vimos o filme "About a Boy" que ia ao encontro da reflexão do nosso encontro. Ao fim da noite, foi o recolher e... o acontecer daquilo que é próprio destes dias... ainda por mais em vésperas do dia de Santos! Hehehe... depois o merecido repouso. 
No dia seguinte (Domingo), após a oração da manhã, tivemos mais um tempo de diálogo e de convívio, onde o Ping Pong, as graçolas e as guitarras não se deixaram de ouvir pelo medo do vento e da chuva que continuava a cair. 

Depois, à boleia da "Xica" (a carrinha do pré-seminário) fomos à paróquia dos Escalos de Cima celebrar a Eucaristia com a comunidade e com o Padre António Castanheira. 
E foi deste modo que aconteceu mais um dinâmico e divertido encontro.

E tu? Porque ficaste em casa? 
Convidamos-te a aparecer no próximo encontro.
Ficamos à tua espera!  

André, Ruben e Nuno

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Encontro para rapazes em Alcains

Nos dias 30-31 de Outubro - já só falta 15 dias – irá realizar-se no Seminário de S. José em Alcains mais um encontro para rapazes que procuram passar um fim de semana diferente e longe as rotinas “balofas” do costume.

Rapazes novos que procuram reflectir caminhos novos e válidos para as suas vidas.
Rapazes que sendo novos questionam o sentido dos seus dias e da sua missão neste mundo.
Rapazes que desejam a novidade da vida e que desejam conhecer um pouco mais sobre Cristo e a Sua Igreja e ao mesmo tempo, conhecer os desafios para os tempo de hoje.

O encontro iniciará com o acolhimento pelas 10:30 e terminará no Domingo com o almoço! Agora é deixarem-se surpreender! Temos todos os “condimentos” para um encontro em grande!

Aspectos que deves ter em conta: deves levar roupa desportiva (para o tempo da manhã de sábado)... raquete de ping pong (caso tenhas)... instrumento musical (se tocares algum)... interrogações... boa disposição... e uma vontade enorme de saberes o que fazer com o dom da vida que Deus te colocou nas mãos!

Deus desafia-te a viver a vida e tu... que fazes?

Se tens mais de 13 anos e achas que este pode ser o desafio que procuras para conhecer caminhos diferentes para os teus dias, inscreve-te: podes faze-lo por e-mail: pre.seminario.pcb@gmail.com. Na inscrição deves deixar o teu nome, idade, localidade e e-mail ou outro contacto para se necessário entrarmos em contacto contigo.

Estás a olhar para ontem porquê?
Porque és diferente... Inscreve-te!
Há gente à tua espera!
Contamos contigo?

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Um fim-de-semana diferente


Os encontros do pré-seminário querem-se diferente e abertos à novidade.
Além de ser um espaço de encontro e reflexão com outros rapazes, procura acima de tudo ser um tempo de coisas novas com pessoas novas.

É um tempo de muitas iniciativas e actividades.
Quem nos últimos anos tem feito parte dos encontros do pré-seminário testemunha o quanto importante é este tempo vivido de modo diferente nas rotinas das suas vidas.

O convívio, a reflexão, a oração, o desporto, as actividades culturais ou de mero lazer, os passeios, os projectos surpresa ou outros que vão surgindo da partilha de experiências e de conhecimentos... tudo isto envolvendo sempre uma mensagem de esperança que procura ajudar a ler a vida de cada um e a projectar aquilo que cada um tem e dispõem para a reflexão do seu amanhã.

Nestes fins-de-semana procura-se oferecer aos muitos rapazes da nossa diocese um espaço onde, em ambiente de amizade e alegria, possam encontrar-se com as suas inquietações e com os desafios de Jesus coloca a cada um.

Então...

Achas que és um rapaz bem disposto!
Arriscas a ouvir os desafios de Deus?
Não receias a surpresa e o desconhecido...
Aproveitas as oportunidades que Deus te dá...

Larga o sofá, a televisão e o computador e aproveita um fim-de-semana diferente. Serás assim tão radical?

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Uma ideia do que é o Pré-Seminário...

Olá amigos!
É verdade, os encontros do Pré-Seminário da diocese de Portalegre - Castelo Branco já tiveram o seu início. Entre os muitos desafios a que nos comprometemos para este ano o de nos colocarmos no mundo “nético” foi um deles. E aqui estamos!

Para quem não sabe bem o que é o pré-seminário é melhor ler as palavras que se seguem...

Todos os caminhos de vida se constroem a partir de muitas etapas. O pré-seminário é uma destas etapas. Este caminho que se inicia na família e depois se continua na catequese, na escola, nos grupos de pertença nas fases da adolescência e da juventude, tem e quer ter em determinado momento, papel importante na vida dos muitos rapazes.

Neste caminho de vida todos são chamados a um propósito de vida, a assumir um desafio que os faça crescer e assumir a sua responsabilidade face às coisas do mundo e da vida.

Nos encontros do pré-seminário vamos um pouco mais a fundo naquilo queremos descobrir... quem é Jesus Cristo e a que vocação Ele nos desafia a seguir! Assim desafiamos os rapazes da diocese Portalegre – Castelo Branco (e outros que não pertencendo à nossa diocese queiram participar nos encontros) que desejam questionar-se acerca da sua vocação e do seu papel do mundo, procurando entender se no horizonte daquilo que os move se encontra um chamamento, que se vai revelando a cada momento das suas vidas, da parte de Deus a servir a Igreja como Padre Diocesano.

Nos encontros do pré-seminário descobrimos momentos de oração, reflexão, desporto... e muito mais! Vem daí e deixa a tua marca!

É simples! Para saber mais fala com o teu pároco... fica atento às novidades neste blog... conecta-te a nós no facebook... 

Diz-nos o Papa João Paulo II no nº 63 da Pastores Dabo Vobis que a vocação sacerdotal tem muitas vezes o seu primeiro momento de manifestação aquando a vida pré adolescente ou juvenil dos rapazes. A nós Igreja é-nos desafiado que cuidemos destas manifestação oferecendo-lhes as ferramentas necessárias para um correcto discernimento e acompanhamento.

domingo, 26 de setembro de 2010

Começa assim!

Jesus Cristo claro que sim!
Ontem hoje sempre será para mim
...

Os rapazes do pré-seminário escolheram e a verdade é que a musica fica no ouvido e no coração.
Tem ritmo, expressão e a letra "encaixa" que nem uma luva no que pretende nos nossos encontros!
Sermos mais amigos de Jesus e ao mesmo tempo procurar saber o que Ele desafio a cada um de nós.

Os encontros começaram e para este ano esperam-se grandes novidades!
Descoberta da Pessoa de Jesus e da Sua vida, oração, diálogo, jogos, desporto, cinema, passeios culturais, alguns desafios engraçados (que a seu tempo iremos revelando)... entre outras coisas mais! É acompanhar para ver!

Foi um encontro onde nos questionamos acerca do porquê de mais um ano de pré-seminário, de vocação e vocações, diálogo acerca das expectativas e objectivos para os encontros do ano de 2010|2011.

De um modo mais descontraído, jogamos futebol, tocamos guitarras, vimos cinema e construímos o "Muro do Compromisso". Nele "ocupamos" o nosso tijolo assumindo (assinando) que querermos fazer parte de um grupo de descoberta acerca de Jesus e da Sua Mensagem e dos desafios a que Ele nos coloca. Um murro que queremos assinado por todos os que se envolvem neste desafio, quer aqueles que se procuram compreender, quer aqueles que desejam ajudar outros a procurar o sentido daquela voz que lhe fala e os chama! Jesus Cristo!

Aqui ficam alguma fotos
A ensaiar - Jesus Cristo saber que sim... 

A construir um muro...
Mais um tijolo e um pouco de cimento...
A identificar sinais de Deus no mundo!
A Eucaristia em Castelo Branco - Paróquia de S.Miguel da Sé
A assinatura no Muro do Compromisso!

Até ao próximo encontro! 
(Jesus Cristo claro que sim. Ontem hoje, sempre será para mim, um amigo, que me faz caminhar... fica no ouvido não fica??)

sábado, 25 de setembro de 2010

Eleita Musica para o ano de 2010|2011

Jesus Cristo Claro que Sim!
Pe.Paulo Vaz

Jesus Cristo? Claro que sim!
Ontem, hoje, sempre será para mim
Um amigo que me faz caminhar
E me leva aonde nunca pensei 

Quem és Tu? Que me queres?
Que caminhos, que motivos tens para mim?
Seguindo o Teu rasto não nos perdemos mais
E, de cara alegre, iremos onde vais
Sempre cantaremos a uma voz 

Querer ouvir, querer amar
Ser mais fortes e melhores com o nosso Deus 
E confiaremos p’ra sempre nesse amor 
Que nasce naquilo que eu sou e que Tu és 
Sempre cantaremos a uma voz 

Queremos estar, queremos sorrir 
Dar do bom, do melhor que temos em nós 
E queremos ser uma imagem desse Deus 
Que só por amor tudo entrega, tudo dá 
Sempre cantaremos a uma voz